segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Gente da imprensa - Salsicha



Nome completo:
Ricardo de Jesus Souza

Data nascimento:
26/05/1977
Onde trabalha?
Rádio Nova Ingá e Programa Pinga Fogo na TV

E-mail:

Blog:
Quando você começou a trabalhar na imprensa e como foi o início?
Comecei a trabalhar na imprensa em 1994 na Rádio Nova AM de Apucarana como sonoplasta, trabalhei 2 anos em Apucarana. Depois viemos para Maringá, Rádio Nova Ingá. Aqui continuei como sonoplasta na Rádio até que apareceu uma oportunidade para eu fazer uma reportagem em 2001. Um assalto ao Banco do Brasil, no Maringá Velho, em que o gerente ficou como refém dos bandidos. Eu, sem noção de reportagem, entrei no Banco do Brasil e fiz a entrevista com o gerente, que contou em detalhes como os bandidos agiram. Assim foi o começo e estou até hoje na imprensa.
O que você já fez na vida além de trabalhar na imprensa?
Aos 9 anos, trabalhei com o meu pai em um Posto de Gasolina em Jandaia do Sul. Depois fui office-boy no comércio de Jandaia, trabalhei em uma farmácia, fui técnico de som (Geração 2000 e Agena som) e logo depois comecei no rádio.
Em quais veículos de comunicação você já trabalhou?
Radio Nova AM de Apucarana, Nova Ingá e Pinga Fogo na TV .
Quais as suas reportagens mais marcantes?
São várias porque o setor policial tem muita coisa que marcam a vida da gente.
1 - O assalto no banco do Brasil no Maringá Velho, em 2001, quando tudo começou.
2 - Um acidente próximo a Dr. Camargo quando uma família morreu na batida. As pessoas estavam indo para praia e bateram de frente com um carro roubado em Maringá e conduzido por dois menores. Todos morreram.
3- A prisão de um membro do PCC em Maringá na Rodoviária nova, quando ele fazia o transporte de armas para o Rio. (Aqui teve ameaças)
4 - Morte de 11 pessoas em um acidente de ônibus próximo a Campo Mourão. O ônibus tombou e pegou fogo. As 11 pessoas morreram queimadas (coisa feia de se ver).
5 - Seqüestro da filha do Dr. Jorge Chamas. Foi uma semana de investigações em que eu acompanhei todo trabalho da policia até a prisão da quadrilha que tinha como chefe um outro médico.
6 - Marcou também as denúncias que foram feitas contra Paolichi e Jairo Gianoto.
7 - Caso da morte da garota Márcia Constantino ,que foi morta, abusada ,estuprada e queimada pelo assassino Natanael Búfalo.
E muitas outras noticias que me marcaram, sem contar as ameaças que recebo no dia-a-dia.
Quais as maiores alegrias atuando na imprensa?
As risadas no programa Pinga Fogo na TV e ser uma pessoa alegre e feliz com a vida. E ainda ser amigo de todos da imprensa de Maringá e região
Quais as decepções?
São muitas, mas o que mais me incomoda são as ameaças feitas, por ser um repórter policial.
Quais os planos?
Fazer uma faculdade de jornalismo e continuar nesta profissão.
Já pensou em fazer outra coisa na vida?
Tenho muitos sonhos, mas falta o principal: o dinheiro. Então vamos continuar como repórter policial.
Quem você admira na imprensa?
Benedito Cláudio Pinga Fogo de Oliveira. Pinga Fogo me adotou quando eu tinha 17 anos, me ensinou a trabalhar no rádio, ser um homem de família e sempre me incentivou nos desafios da vida. Pra mim, Pinga Fogo é um paizão.
Mensagem:
Seja uma pessoa feliz que tudo dá certo na sua VIDA..

2 comentários:

Carol disse...

"Oia o Xixa"...
Legal a entrevistas Xixa (Diminutivo de Salsicha)..
Parabéns!!!
Beijos

Anônimo disse...

o caro amig eu so de paiçandu eu queri é faze um denuncia no meu bairr ta teno muito robo e vemda de drogas eu ja falei com a policia mas eles falam que so tem uma viatura eles vem aqui mas nao predem ninguem pesso uma ajuda ja tão rodiano minha casa pra roba eu ja tenho poco e se levarem eu fico sen nada ó bairr itaipu 1 em paiçandu na rua flavio de camarg a acabaram de roba a tv do vizinho to dizisperado por favor nos ajude